Perfil


Sou Maria Eduarda, a menina mais amada do mundo, Deus foi muito bom comigo por colocar em meu caminho pais maravilhosos que me amam. Aqui mamãe irá compartinhar com todos minha história e nossas vitórias em relação a cardiopatia que existe em meu coração

Mamãe



Sou esposa, profissional e agora mãe da gatinha mais linda do mundo. Agradeço todos os dias a Deus por ele ter nos confiado esta jóia rara em nossas vidas.

Papai



Sou, homem feliz e realizado

Nossa história



Somos Pais Especiais, Deus confiou a nós a missão de criar uma linda menina de coração especial, nós temos uma filha linda que é cardiopata, o nome dela é Maria Eduarda, mas todos a conhecem por Dudinha, quando Deus me disse que ela viria ao mundo, tive muito medo, principalmente quando ele informou que ela seria uma criança de coração diferente. Em seu coraçaozinho além de muito amor e alegria teria algo diferente que eu não conseguia entender, porém entre muitos pais da terra, Deus havia escolhido a nós para acolhe-la e lhe dar muito carinho, pais especiais!

O nome é complicado, talvez seja algo somente para pessoas preparadas entender, mesmo assim sempre fizemos questão de saber o que tinha de diferente em seu coraçãozinho, em uma das conversas com médicos, ficamos sabendo que ela seria cardiopata, cardio oque? Isto mesmo seu coração não foi totalmente formado, sendo assim ela seria portadora de uma cardiopatia chamada (DVSVD) - Dupla Via de Saída do Ventrículo Direito – CIV (Comunicação Interventricular) e (TGV) Transposição dos Grandes Vasos, nossa... quanta coisa! E agora?

Não posso negar que questionei a Deus, mas sei que Deus nunca nos dá um peso maior que podemos carregar, e desde o primeiro momento de desespero, coloquei minha filha no colo de Jesus e Maria e a partir deste momento não senti medo algum, muito pelo contrário cada dia que passava eu sentia mais força para vencer. Jamais pedi para que Deus tirasse esta prova de nós e sim que nos desse forças para vencé-la, Nós somos mais fortes que os problemas que aparecem, precisamos nos convencer disto!

Minha guerreira, passou por um cateterismo com 3 meses de vida e por uma cirurgia de bandagem pulmonar com 4 meses, outro cateterismo com 1 ano e 5 meses e outra cirurgia bem complexa com 1 ano e 7 meses, superou tudo, lembro que a cada situação desta, falava para ela que a nossa parte estávamos fazendo, que era rezar, e que ela teria que fazer a parte dela que seria vontade de viver, nunca chorei perto dela, ao seu lado tentava ser forte, mesmo a vendo cheia de fios e aparelhos.

Nossa força, somada com a dela e multiplicada pela de Deus fez com que ganhássemos esta batalha, sabemos que a guerra ainda não acabou, mas quem tem Deus tem tudo, estaremos sempre ao lado dela e temos certeza que seremos vitoriosos.
Amigos
Contador

Você já passou aqui: vezes
Total: visitas

Passou
Créditos

patymonteiro20@hotmail.com

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com
Terça-feira , 10 de Março de 2009

 

Bom Dia

 

Como vão vocês, tudo jóia? Hoje venho atrasada dar um FELIZ DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES para todas.  Que Deus abençoe todas, dando paz, amor e muitas saúdes nos mantendo fortes como sempre.

PARABÉNS PARA NÓS!!!!!

 

Agora vou falar um pouco da minha pitoquinha, como ela está linda, esperta, sapeca que só. Quinta feira (05/03) levei ela na pediatra, já fomos pedindo para que ela não chorasse e que entregasse uma fotinho para tia Cris, gente que fofa, não chorou nada! Entregou a foto e deixou a Dra examiná-la bem certinho, ta mocinha minha gatinha. Cresceu 1 cm, mas engordou apenas 5 gramas, nossa fiquei triste, pois imaginava que ela tinha ganho mais peso, mas tudo bem, afinal ela está na dieta ainda, tomando apenas leite desnatado, não come nada que tenha gordura devido o quilotorax, bom pelo menos não perdeu, isto já basta.

Sexta-feira a tarde cheguei em casa ela estava sentadinha na casinha com o papai, que havia chegado mais cedo neste dia, sendo assim a tia Jane saiu antes, ela obviamente já conheceu o carro e ficou falando memei, memei... estava com uma mochilinha nas costa aguardando o ônibus para ir para escola, não!!! Ela não vai á escola, mas ela mesma pediu ao papai para ir ao quarto buscar a mochila e ficou lá fora esperando, falando em quarto ela adora o quartinho rosa dela, lembro do terceiro dia do pós operatório dela na UTI, era a visita das 15:00 horas, como era domingo eles nos deixaram entrar 15 minutos antes, assim nossa visitinha seria de quase 1 hora. Fazia três dias que não a via de olhinhos abertos, sempre sedada, embora sem o respirador a sedação era importante para evitar que ela se agitasse, afinal ela estava com três drenos e isto incomoda muuuuuuuuuito, como estávamos com saudades de vê-la de olhos abertos, meu marido chegou bem próximo dela e disse: Filha vamos para o qualto?(como ela mesma diz, é qualto e não quarto) Na hora ela abriu os olhinhos e começou a chorar, gente vcs podem até não acreditar, mas aquele chorinho dela superou o de quando ela nasceu, parecia que eu estava escutando pela primeira vez. Não preciso dizer que choramos também né? Lembro que ela tentou abrir os olhinhos, viu que era nós que estávamos lá e ficou mais calma, os batimentos cardíacos dela a principio aumentaram, mas logo em seguida normalizaram, no mesmo dia eu limpei a boquinha dela, passei flúor nos dentinhos, como a médica de plantão viu que ela havia acordado e ficado bem pediu para que eu desse 20 ml de leite pela boquinha, na mamadeira, pois ela estava com sonda, para nossa surpresa ela mamou tudo!!! Eu não sabia se dava mamadeira ou se chorava, como uma bobona, meu marido então só ouvia o soluço dele. Na parte da noite ela tomou todas medicações pela boquinha e no dia seguinte tiraram a sonda dela.

Desculpem, sei que as vezes não venho contar da cirurgia, mas acabo lembrando de algo e escrevo e toda vez fico emocionada e novamente agradeço a Deus por ele estar ao nosso lado, pois estes 40 dias não foram nada fáceis.

 

Votando a mochilinha... Aproveitando a boa vontade da mocinha, acabo de decidir que estarei matriculando ela em  uma escola perto de casa, meio período apenas, visto que não posso e não vou abandonar a tia Jane, ela ainda ficará conosco muito tempo, lógico que será mais uma despesa, mas apertando conseguimos.

Falando em Tia Jane, temos a Tia Jane em casa desde quando voltei a trabalhar, ela é muito especial para nós, nunca me deixou na mão, cuida da Duda como se fosse filha dela e para nós nenhum dinheiro no mundo paga esta confiança. Ela consegue cuidar da Duda e ainda limpar a casa todo, lavar, passar e de quebra deixa uma comidinha pronta, um pessoa abençoada que Deus colocou em nossas vidas, sofreu conosco com a cirurgia da Duda e sempre que dava estava lá no hospital, definitivamente ela adotou minha filha e eu só tenho a agradecer. Sabe aquela pessoa que você confia de olhos fechado em deixar seu filho? Então ela é a própria.

Bem vou ficando por aqui, me emocionei demais lembrando daquele dia, quero deixar um beijo a todos e desejar uma linda e maravilhosa semana.

 

Ganhei uns mimos(como vcs dizem) da Nadjinha e da Vivi, mas não sei como colocá-los no blog, sou completamente analfabeta gente para estas coisas!!!!!!!! Meninas obrigada!!!!

Fica ai um mais uma da minha pequena grande guerreira brincando na paia(como ela diz)

 

Bjo

 

 

 

 

 

 

 



:: Postado por Mamãe da Duda ás 11h04 ::
[ ]