Perfil


Sou Maria Eduarda, a menina mais amada do mundo, Deus foi muito bom comigo por colocar em meu caminho pais maravilhosos que me amam. Aqui mamãe irá compartinhar com todos minha história e nossas vitórias em relação a cardiopatia que existe em meu coração

Mamãe



Sou esposa, profissional e agora mãe da gatinha mais linda do mundo. Agradeço todos os dias a Deus por ele ter nos confiado esta jóia rara em nossas vidas.

Papai



Sou, homem feliz e realizado

Nossa história



Somos Pais Especiais, Deus confiou a nós a missão de criar uma linda menina de coração especial, nós temos uma filha linda que é cardiopata, o nome dela é Maria Eduarda, mas todos a conhecem por Dudinha, quando Deus me disse que ela viria ao mundo, tive muito medo, principalmente quando ele informou que ela seria uma criança de coração diferente. Em seu coraçaozinho além de muito amor e alegria teria algo diferente que eu não conseguia entender, porém entre muitos pais da terra, Deus havia escolhido a nós para acolhe-la e lhe dar muito carinho, pais especiais!

O nome é complicado, talvez seja algo somente para pessoas preparadas entender, mesmo assim sempre fizemos questão de saber o que tinha de diferente em seu coraçãozinho, em uma das conversas com médicos, ficamos sabendo que ela seria cardiopata, cardio oque? Isto mesmo seu coração não foi totalmente formado, sendo assim ela seria portadora de uma cardiopatia chamada (DVSVD) - Dupla Via de Saída do Ventrículo Direito – CIV (Comunicação Interventricular) e (TGV) Transposição dos Grandes Vasos, nossa... quanta coisa! E agora?

Não posso negar que questionei a Deus, mas sei que Deus nunca nos dá um peso maior que podemos carregar, e desde o primeiro momento de desespero, coloquei minha filha no colo de Jesus e Maria e a partir deste momento não senti medo algum, muito pelo contrário cada dia que passava eu sentia mais força para vencer. Jamais pedi para que Deus tirasse esta prova de nós e sim que nos desse forças para vencé-la, Nós somos mais fortes que os problemas que aparecem, precisamos nos convencer disto!

Minha guerreira, passou por um cateterismo com 3 meses de vida e por uma cirurgia de bandagem pulmonar com 4 meses, outro cateterismo com 1 ano e 5 meses e outra cirurgia bem complexa com 1 ano e 7 meses, superou tudo, lembro que a cada situação desta, falava para ela que a nossa parte estávamos fazendo, que era rezar, e que ela teria que fazer a parte dela que seria vontade de viver, nunca chorei perto dela, ao seu lado tentava ser forte, mesmo a vendo cheia de fios e aparelhos.

Nossa força, somada com a dela e multiplicada pela de Deus fez com que ganhássemos esta batalha, sabemos que a guerra ainda não acabou, mas quem tem Deus tem tudo, estaremos sempre ao lado dela e temos certeza que seremos vitoriosos.
Amigos
Contador

Você já passou aqui: vezes
Total: visitas

Passou
Créditos

patymonteiro20@hotmail.com

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com
Quarta-feira , 04 de Fevereiro de 2009

Bom Dia

Conforme o prometido, segue algumas fotinhos da Duda atualizada. Há e falando nisto a consulta ontem foi tudo de bom, minha gatinha engordou 500 gramas em 20 dias, cresceu bastante, está quase com 88 cm e 10 kilos. Super bem no quesito coração, pulmão e tudo mais, agora vamos continuar acompanhando de perto com a nutrologa, nutricionista e com a cardio para ver se podemos retirar alguma medicação ou ao menos diurético. Com a Dra. Cris(pediatra), nova consulta em 05/03, ela precisa e quer acompanha-la de perto também.

             

 

 

Beijinhos



:: Postado por Mamãe da Duda ás 10h13 ::
[ ]
Terça-feira , 03 de Fevereiro de 2009
COMO ESTÁ MINHA PRINCESINHA

Olá pessoal, hoje venho aqui contar um pouco da sapequice da Duda, meu Deus, como esta garotinha está safada, nem parece que a dois meses atrás estava sendo internada, só temos mesmo o que agradecer a Deus por tudo.

Ela ganhou uma casinha de boneca, aquelas casinhas grande que entra dentro, tem fogão, pia, armários sabem? Então, acreditem que ela não quer  nem comer em casa, somente na casinha dela, lá ela varre, limpa o chão, olha é muito engraçado a Duda com um paninho limpando o chão, está minha filha. Há sem contar que está com uma mania de tudo quanto é roupa que encontra coloca no cesto de roupa suja, mesmo estando limpa e tudo que é diferente de roupa, como pratos, copos, pega e joga tudo no lixo. Olha se não verificarmos direitinho é capaz de jogarmos no lixo o que não é lixo.

Está falando muitas coisas, agora ela está montando frases, tais como, ando papa pó nenê(Dando comida para boneca) abo se que Oto (Acabou este quero outro) memei baia pa pompa quedo (Mamãe foi trabalhar para comprar brinquedo) Detalhe só a mamãe compra brinquedo, independente se for o papai que der. Toma direitinhos as medicações para o coraçãozinho sem stress, faz inalação sozinha, mostra o Dodô med fez(Dodoi que o médico fez) para todo mundo que se aproxima dela.

Semana passada levamos ela na Dra. Flavia(cardiopediatra), lógico que ela fez aquele escândalo né? Não deixava nem a médica se aproximar dela, mas Graças a Deus a médica entendeu, afinal o que ela passou não foi fácil, hoje ela tem Dra. Cris(pediatra), há já estava esquecendo na sexta-feira ela foi novamente ao dentista, como ela passou muito tempo na UTI sem escovar os dentinhos, tomando medicações achei melhor levá-la antes de completar os 4 meses de intervalo, mas Graças a Deus está super bem, nada de manchas, nada de nada, nota 1.000 do quesito dentição que por sinal está quase toda completa.

Voltando a falar da consulta na cardio, perguntei se poderia colocá-la na escolhinha ao menos meio período, não posso dispensar a tia Jane, mas preciso que ela tenha contato com outras crianças, aprenda a dividir e com isto veja um mundo diferente do de lá de casa, a médica disse que não vê problemas, somente o fato dela pegar mais fácil gripes e resfriado e pediu para aguardar mais um ano, pois com quase três a imunidade está bem maior enquanto isto posso colocá-la ela na natação, balé que deixará ela mais sociável(minha filha é anti-social) tadinha, não sei se vou esperar tanto tempo, quem sabe depois de maio quando ela já tiver dois aninhos vou colocá-la ao menos tentar. Aproveitamos e perguntamos se podíamos levá-la para viajar, ela respondeu que tanto pode como devemos, arejar a cabeça e será bom para nós também distrair um pouco, afinal 40 dias de hospital não foi nada fácil.

Sexta-feira mesmo pegamos a estrada, destino? Litoral do PR 140Km de Curitiba, qualquer coisa voltávamos fácil, a neurótica aqui entrou em desespero quando íamos nos afastando da Cidade, passaram mil coisas pela minha cabeça, até que maridinho parou o carro e disse: Vamos viver nossa Vida ou Vamos viver com Medo? Ele tem razão, calei a boca e seguimos viagem, a Duda foi assistindo DVD da Xuxa daqui até lá, não dormiu como das outras vezes, mas se irritou quando estávamos próximos devido o calor.

Na casa foi uma festa, queria ficar só de fraldas e eu deixei sim, estávamos na praia né? Usou o maiozinho novo que o papai deu, o biquininho amarelinho e rosa, e deu um show de simpatia por onde passava, as pessoas ficavam um pouco tímida de perguntar a marquinha do Dodô, mais logo ela mesmo falava Dodô med fez(Dodoi que o médico fez), era muito engraçado.  As fotos ficaram em casa, já descarreguei a máquina, mas não salvei no CD, ainda esta semana coloco aqui.

No mais tudo bem, hoje vamos ver o quando ela ganhou de peso e o quando nossa comprida cresceu, venho logo contar as novidades.

 

Beijinhos

 



:: Postado por Mamãe da Duda ás 13h40 ::
[ ]